A Cebola (Allium cepa)


A cebola possui propriedades principais: são ricas em nutrientes, vitaminas e minerais, possuem propriedades antioxidantes e antibacterianas, ajudam no controle da glicose, aumento da densidade óssea e flavonoides (Block et al., 2001). É uma planta que vem sendo utilizada por suas propriedades medicinais por mais de 4000 anos para uma variedade de doenças, incluindo dor de cabeça, ferimentos infeccionados, vermes intestinais e tumores. Essa planta possui atividades biológicas e farmacológicas, como: antifúngicas, antibacterianas, antitumorais, anti inflamatórias, antitrombóticas e hipocolesterolêmicas de certas saponinas esteróides e sapogeninas (Ali et al ., 2000). Os principais componentes antibacterianos ativos in vivo são os compostos organo-enxofre derivados de alicina, como DAS, DADS , bem como outros tiossulfatos isolados de óleo macerado. Além dos compostos organo-enxofre, relata-se recentemente que certos produtos da oxidação da quercetina encontrados na cebola também apresentam atividade antibacteriana contra o H. pylori e MRSA ( S. aureus multirresistente à meticilina) (Arnault & Auger et al ,. 2006) Os efeitos adversos causados pelo consumo da cebola em humanos são menos frequentes e raros.


Os efeitos colaterais mais comuns, produzidos pela ingestão de pequenas quantidades de cebola, são: o mau hálito e o odor corporal (Benkeblia & Shiomi et al ,. 2006). No entanto, diversos estudos têm demonstrado que o consumo de quantidades excessivas desse vegetal, pode causar outros efeitos indesejáveis menos frequentes, como distúrbios gastrointestinais (sensação de queimação e diarreia), flatulência e alterações na microbiota intestinal (Gu ̈lsen et al ,.(2007).





Créditos: Andressa Rosario, Angela Bernardo, Ariane Faria, Evely Bertulino, Julia Ferrarezi,

Maria Isabella Macedo.


Referências

  • Ali, M et al . (2000). Garlic and onions: their effect on eicosanoid metabolism and its clinical relevance.Prostaglandins Leukotrienes and Essential Fatty Acids. 62,55e73

  • Arnault, I., & Auger, J. (2006). Seleno-compounds in garlic and onion.Journal of Chromatography A,1112,23e30

  • Benkeblia, N., & Shiomi, N. (2006). Hydrolysis kinetic parameters ofDP 6, 7, 8 and 9e12 fructooligosaccharides (FOS) of onion bulb tissues. Effect of temperature and storage time.Journal ofAgricultural and Food Chemistry. 54, 2587e2592.

  • Block, E., Birringer, M., Jiang, W., Nakahodo, T., Thompson, H. J.,Toscano, H., et al. (2001).Journal Agricultural and Food Chemistry,49, 458

  • Gu ̈lsen, A., Makris, D. P., & Kefalas, P. (2007). Biomimetic oxidation of quercetin: isolation of a naturally occurring quercetin hetero dimerand evaluation of it sin vitro antioxidant properties.Food ResearchInternational,40,7e14

1 visualização0 comentário

© 2020 por Microzinhando. Orgulhosamente criado com Wix.com